segunda-feira, 20 de março de 2017

Dia Internacional da Síndrome de Down

Síndrome de Tourette

A síndrome de Tourette, também conhecida como síndrome de la Tourette (SGT ou ST), é um distúrbio neuropsiquiátrico que caracteriza-se por múltiplos tiques, motores ou vocais, que perdura por mais de um ano e normalmente instala-se na infância.

Foi primeiramente descrita em 1825, pelo médico francês Jean Marc Gaspard Itard, responsável por diagnosticar a afecção na Marquesa de Diampierre. Contudo, foi apenas em 1884 que esta doença foi denominada síndrome de Gilles de la Tourette, quando o estudando de medicina Gilles de la Tourette publicou um relato da patologia.


Normalmente, a síndrome inicia-se durante a infância ou juventude de um indivíduo, ocasionalmente tornando-se crônica. No entanto, habitualmente durante a vida adulta, os sintomas tendem a amenizar.

Na grande maioria dos casos (80%), a manifestação clínica inicial da doença são os tiques motores. Estes englobam piscar, franzir a testa, contrair a musculatura da face, balançar a cabeça, contrair em trancos os músculos do abdômen ou outros grupos musculares, bem como outros movimentos mais elaborados, como tocar ou bater em objetos que se encontram próximos.

Também existem os tiques vocais, que abrangem ruídos não articulados, como tossir, fungar ou limpar a garganta e emissão parcial ou total de palavras. Em menos da metade dos casos, observam-se a coprolalia e copropraxia, que é a utilização involuntária de palavras e gestos obscenos, respectivamente; a expressão de insultos, a repetição de um som, palavra ou frase referida por outra pessoa, que recebe o nome de ecolalia.

Por Débora Carvalho Meldau

quinta-feira, 16 de março de 2017

Atividade para autistas



Fonte:http://simonehelendrumond.blogspot.com.br/2012/03/pecs-autismo-e-alfabetizacao-51.html

Atividade de alfabetização para autistas




Fonte:http://simonehelendrumond.blogspot.com.br/2012/03/pecs-autismo-e-alfabetizacao-51.html

Atividades para autistas




Fonte: http://simonehelendrumond.blogspot.com.br/2012/03/pecs-autismo-e-alfabetizacao-51.html

AUTISMO

quarta-feira, 15 de março de 2017

FUNÇÃO COGNITIVA: TÁTIL-CINESTÉSICA



Táctil-Cinestésica é reconhecer objetos através do tato, da sua forma e tamanho sem ajuda da visão, e reconhecer sensações táteis em sua localização no corpo, intensidade e direção. Quem possui inteligência cinestésica tem a habilidade para usar a coordenação grossa ou fina na finalidade que precisar.

(Laks, Rozenthal, Engelhardt,1996)